Diferença de preço entre remédio genérico e de marca chega a 2.700%



Diferença de preço entre remédio genérico e de marca chega a 2.700%
remédio genérico
A diferença media de preços entre os medicamentos genéricos e de marca é de 52% no estado de São Paulo, segundo pesquisa realizada pela Fundação PROCON-SP, divulga nesta quarta feira. O levantamento de preços em farmácias e drogarias da capital e do interior encontrou remédios de referencia até 2.700% mais caros que os genéricos.

Em um estabelecimento de São Paulo, o medicamento genérico Diclofenaco Sódio (50mg, 20comprimidos) foi encontrado por R$0,90, enquanto em outra farmácia o Voltaren, forma de referencia do mesmo item, foi encontrado por R$24,90. A diferença entre os preços foi de 2.766%.

Os genéricos são sempre mais baratos, mas mesmo sendo produzidos pelo mesmo laboratório podem ser cobrados por preços diferentes entre as farmácias, por isso é fundamental pesquisar, diz o diretor executivo da fundação PROCON-SP, Paulo Arthur Góes, que considera a diferença significativa e recomenda que o consumidor fique atento ao comprar.

Segundo a diretora de estudos e pesquisas, Valéria Garcia, apesar de alguns picos na variação dos preços, na comparação, em média os medicamentos genéricos são 52,92% mais baratos do que os de referência, o que pode representar uma grande economia ao bolso do consumidor. ´´Antes de fazer a pesquisa é interessante que o consumidor consulte a lista de preços máximos dos medicamentos, disponível no site da Agência 
Nacional de Vigilância Sanitária (www.anvisa.gov.br)``, orienta.

A consulta também pode ser efetuada na lista de preços que devem esta disponível ao consumidor nas unidades do comercio varejista, ou nas farmácias e drogarias, conforme determina a Resolução da Câmara de regulação do Mercado de Medicamentos.
Categoria: ,

1 comentários

  1. É importante pesquisar preços antes de comprar, existem sites que ajudam o consumidor na pesquisa de preços de medicamentos.
    http://www.maispreco.com

Deixe seu comentário