MEC anuncia Enem 2012 com novas regras para a correção da redação



MEC anuncia Enem 2012 com novas regras para a correção da redação
Margem de dispersão da nota dos corretores foi reduzida para 200 pontos.

O Brasil da educação, Aloisio Mercadante, apresentou na tarde desta quinta feira (24,05) as novas regras do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2012. As principais mudanças ocorreram na prova de redação, que terá um novo sistema de correção. Segundo o ministro, o MEC decidiu criar ´´Filtros mais preciosos para avaliar`` a redação. As inscrições para o ENEM serão abertas na segunda-feira (28) e vão até dia 15 de junho. A prova será nos dia 3 e 4 de novembro. O ENEM e utilizado por muitas universidades públicas para o acesso ao ensino superior. Pelo novo sistema, cada prova será corrigida por dois corretores independentes, que avaliarão cinco competências. Caso as notas dos dois corretores tenham uma diferença de até 200 pontos, a nota final será feita a partir de uma média aritmética das duas avaliações. Ate o ano passado, a margem de dispersão era de 300 pontos (a nota final do ENEM varia de 0 a 1.000). No entanto, se a diferença da nota final entre dois avaliadores for maior que 200 pontos, haverá uma terceira correção. Se persistir a diferença, uma banca com outros três avaliadores vai corrigir a redação. A banca será composta de três avaliadores e coordenada por um professor doutor. Para executar o novo sistema, Mercadante anunciou o aumento de 40% no quadro de avaliações, de 3.000 para 4.200 a partir deste ano.

VEJA AS COMPETÊCIAS DA REDAÇÃO DO ENEM

Competência I: Demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita
Competência II: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das varias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo- argumentativo.
Competência III: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Competência IV: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Competência V: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Categoria: , ,

0 comentários

Deixe seu comentário