Tribunal de Contas do DF pede que secretário explique falta de remédios



Falta de remédios

O tribunal de Contas do Distrito Federal determinou nesta quinta feira que o secretario de saúde, Rafael Barbosa, e o subsecretario de Atenção à Saúde, Ivan Castelli, apresentem em 30 dias justificativas para a falta de remédios para Fibrose cística. Sem cura, a doença é crônica e provoca acúmulo de muco em órgãos como pulmões.

A secretaria é obrigada por lei a fornecer medicamentos, suplementação alimentar e recursos médicos necessários às pessoas que tem a doença. O tribunal exige que, também em 30 dias, o órgão adote providencias para reabastecer os estoques de medicamentos, suplementos e enzimas voltados para o tratamento de fibrose cística.

Por meio de nota a assessoria se imprensa da secretaria informou eu todos os medicamentos e componentes médicos usados pelas pessoas com fibrose cística serão reposto nas farmácias especializadas da rede pública em 30 dias. Segundo o órgão, já foram iniciados os processos de compras emergenciais de dois Poli Vitamínicos e do medicamento Tobramicina.

A corte também determinou que fosse criada uma Comissão de Farmácias Terapêutica para selecionar os produtos que devem ser usados no tratamento e fazer uma lista de pacientes, Além disso, pede que a secretaria verifique as pendências para que o Hospital da Criança se torne um centro de referencia na área.

Categoria: ,

0 comentários

Deixe seu comentário