ONU inclui a Síria na lista de governos e grupos armados que recrutam e atacam crianças



ONU inclui a Síria na lista de governos e grupos armados que recrutam e atacam crianças
Síria

Pela primeira vez desde que a Síria está sob conflitos há 15 meses, a Organização das Nações Unidas (ONU) colocou as forças governamentais sírias e a milícia denominada shabiha em uma lista de 52 governos e grupos armados que recrutam, matam e atacam sexualmente crianças em conflitos armados.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que a conclusão do relatório mostra um ´´número inaceitavelmente elevado e crescente`` de abusadores de crianças a longo prazo. Ele se disse preocupado com o agravamento da crise na região que provocou mais de 14 mil mortes, segundo organização não governamentais.

O documento mostra ainda que as Nações Unidas receberam relatórios que indica´graves violações``, contra criança na Síria. Também há informações de que crianças com nove anos tenham sido vítimas de assassinos, tortura e violência sexual.

Em comunicado, o Conselho Nacional, Sírio, principal da oposição ao governo do presidente Bashar AL Assad, assegurou que, enquanto que a comunidade internacional faz prova de fraqueza e hesitação, o regime sírio, aproveitando a proteção do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas, dedica-se a uma escalada na sua política de terror contra o povo sírio.

De acordo com o conselho, há aviões, artilharia, blindados e militares mobilizados na região de Homs, no centro do país. A cidade é considerada um dos locais mais violentos da Síria.
Segundo o órgão, a população de Homs está sendo privada de eletricidade, alimento e medicamentos.
Categoria: ,

0 comentários

Deixe seu comentário