Clonagem de pele salva menina que teve 80% do corpo queimado



 A menina, que teve 805 do corpo queimado durante um incêndio ocorrido na sua casa, sobreviveu ao ter a pela removida, posteriormente, reconstruída.
Durante o procedimento, feito pela primeira vez na África do Sul e no continente africano, dois pequenos pedaços de pela de Pippie, que não haviam sido queimado pelo fogo, foram retirados e clonados em um laboratório dos Estados Unidos.
Hoje, após cinco paradas cardiorrespiratórias e 45 cirurgias plásticas, Pippie está de volta ao convívio familiar. Os médicos ficaram surpresos com a recuperação da menina.

Clonagem de pele
‘’Trata-se de uma criança completamente diferente do que vimos quando chegou aqui. Às vezes, é difícil acreditar que é a mesma menina que quase perdemos’’, disse o cirurgião plástico Ridwan Mia, responsável pelo procedimento.

Após meses no hospital, a próxima etapa na vida de Pippie é recobrar a força dos músculos com ajuda de uma fisioterapeuta.
Categoria: , ,

0 comentários

Deixe seu comentário